* Amor : essência de Deus. Deus: minha essência. - Blog - Comunidade Tenda

Ir para o conteúdo

Menu principal:

* Amor : essência de Deus. Deus: minha essência.

Comunidade Tenda
Publicado por em Família ·
Amados, paz e bem.

Nesse espaço, durantes doze meses, irei refletir com vocês sobre o entendimento e a vivencia do Amor, como essência de Deus, e Deus como nossa essência.
Necessitamos do amor, como o ar necessita dos pulmões. Nascemos do amor, e para o amor. Só seremos nós mesmos, quando conseguirmos amar. Se somos imagens e semelhança de Deus (Gn 1,26), e Deus é o amor (IJo 4, 8), somos o Amor no mundo, e isso dá todo o sentido à nossa vida.
O amor é a primeira necessidade vital do ser humano: ”amar e ser amado”.
Ao lermos a Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios, Capítulo 13, versículos 1-15, vemos que Paulo foi muito inspirado em nos apresentar doze aspectos do Amor, que vem de Deus.
O nosso primeiro tema será: O amor é paciente.
Diante de uma sociedade tão veloz, competitiva, consumista, onde somos levados a assumir responsabilidades financeiras, que muitas vezes são até dispensáveis, desenvolvemo em nós, com muita facilidade, a irritabilidade. A irritabilidade nos impede de viver em “PAZ”. E sabemos que a palavra paciência está  estreitamente relacionada com o espírito e atitudes de paz  em nossa alma.
Diante de uma situação de raiva, devemos ter o amor e a misericórdia.
Penso que, desde o tempo da sociedade de Paulo, o ser humano já deveria ter muitas dificuldades nos relacionamentos, onde a falta da paciência, ou melhor, a falta da paz adoecia a família e a sociedade, pois foi a primeira dimensão que Paulo citou:  “o amor é paciente...” (I Cor 13, 4).
Sabemos que a paz é um estado de espírito, que nos trás a possibilidade de vivermos a homeostase , isso é um equilíbrio em nossos relacionamentos.
Esse estado de espírito passa por duas dimensões fundamentais do ser humano:  a vida espiritual e a saúde psicológica.
A vida espiritual esta relacionada com Deus: nossa vida de oração.
Se Deus é a nascente do amor, é preciso nos abastecermos constantemente do amor. Rezar é buscar a essência de Deus: o amor.
Como disse Madre Teresa, a oração não muda o mundo, muda pessoas. E as pessoas mudam o mundo.
E é, realmente, através da paciência que podemos mudar nossos relacionamentos: da guerra para a paz; da destruição para a construção; do ódio para o amor; da raiva para o perdão....
A paciência é capaz de paralisar a raiva e o ódio; e de controlar nossas emoções, para vivermos o verdadeiro amor, pois, lembrando, O AMOR É PACIENTE.

Betinha
Fundadora da Comunidade Tenda

Nesse mês de março vamos refletir no primeiro aspecto :

 
 



Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal